ITABIRA
TESTE DE HIV
Policlínica de Itabira realiza teste rápido de HIV gratuitamente
08/09/2018 às 14:46:47

ITABIRA (MG) - Neste momento, 353 pessoas infectadas com HIV estão se tratando na rede municipal de saúde. Esse dado é regional, sendo que Itabira possui serviço de referência em diagnóstico e tratamento das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e recebe usuários de vários municípios vizinhos. Só de residentes na cidade há 233 soropositivos em atendimento na saúde pública local.
O tratamento com antirretrovirais avançou nas últimas décadas, a ponto de o HIV ser considerado uma doença crônica. O que preocupa no assunto é que muita gente não tem se atentado para o poder letal da infecção, que pode chegar à aids e abrir território às chamadas doenças oportunistas. O alerta é da psicóloga Janaína Ávila e do enfermeiro Vagner Ricardo Maimone, do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Serviço de Assistência Especializada (SAE) de Itabira.
“E como se a doença parasse de assustar e com isso muitos não se protegessem mais. Há uma falsa ilusão que está tudo ótimo e a doença é grave”, endossa Janaína Ávila. A seção adverte que qualquer pessoa com vida sexual ativa e que se relacione sem proteção está sujeita às ISTs – HIV, herpes genital, sífilis, gonorreia, Papilomavírus Humano (HPV), hepatites virais B e C, entre outras.
Entre soropositivos em tratamento na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a maioria é formada por homens (61,8%). As mulheres, por sua vez, representam 38,2%.
Todavia, a dimensão de pessoas com o vírus HIV na região ou município é algo difícil de ser mensurada, explica Vagner Maimone. Isso porque o dado é flutuante: há quem recorra à rede privada, faça tão somente a testagem na seção pública ou sequer sabe que convive com o vírus.

Onde fazer o teste? - O teste é de graça e qualquer pessoa pode realizá-lo de forma sigilosa. O serviço está na Policlínica Municipal - rua Luiz Ventura, n° 75, bairro Vila Piedade. O CTA/SAE funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 7 às 16 horas.
Quem se sentir com receio de pedir direcionamento ao setor no atendimento geral da Policlínica, basta dizer aos atendentes que precisa ir ao Serviço Social.

Como é feito? - A testagem rápida para HIV é como se fosse um exame de glicose. Por meio de uma agulha fina e indolor, é retirada uma pequena quantidade de sangue, que é colocada no orifício do aparelho.
O resultado sai entre 30 minutos e uma hora. Se o resultado for positivo, aparece uma linha no visor do aparelho utilizado para a coleta do sangue. Vale ressaltar que o teste também diagnostica sífilis e as hepatites B e C.

E se der positivo? - Se a infecção for comprovada, o paciente recebe a orientação e acompanhamento necessário, também de forma gratuita. As consultas periódicas com especialistas e o coquetel antirretroviral são fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde.
“Caso você tenha o vírus ou a síndrome, com diagnóstico é possível se tratar antes que as doenças oportunistas apareçam. Isso pode garantir uma boa qualidade de vida”, frisa a psicóloga Janaína Ávila.
Dúvidas e outras informações podem ser obtidas por meio dos telefones (31) 3839-2696 e 3839-2294.

Fonte: Prefeitura de Itabira





ÚLTIMAS NOTÍCIAS
RESGATE DRAMÁTICO
20/03/2019 às 11:22:49 Motorista fica preso às ferragens ao bater caminhão em casa no Fênix

DIREITOS DAS MULHERES
18/03/2019 às 23:24:19 Delegada ministra palestra para servidoras públicas em homenagem ao mês das mulheres

MOTO CLONADA
18/03/2019 às 23:04:24 Polícia Rodoviária de Itabira prende suspeito levando moto clonada para a cidade de coluna

TRAGÉDIA EM BRUMADINHO
18/03/2019 às 16:47:06 Vale anuncia pacote de apoio aos bombeiros com investimento de R$ 20 milhões para compra de equipamentos

SEJA A INSPIRAÇÃO
18/03/2019 às 10:48:36 1ª Corrida Rústica e Caminhada dos Clubes de Rotary de Itabira e Hospital Nossa Senhora das Dores

CAIU NO MATA BURRO
17/03/2019 às 08:34:23 Jovem de 23 anos morre ao cair com motocicleta no meio do mata burro com o meio aberto

BATEU NA MULHER
17/03/2019 às 01:58:35 Mototaxista tem pistola apreendida após bater na companheira por causa da blusa dela









© FATOS DE MINAS 2019. Todos os Direitos Reservados. WEBMAIL
CNPJ: 30.223.105/0001/70
E-mail: contato@fatosdeminas.com.br |
Contato