GERAL
EDUCAÇÃO E PANDEMIA
Ano letivo poderá ter menos de 200 dias devido à pandemia do novo coronavírus
04/04/2020 às 20:54:33

BRASIL - As escolas da educação básica e as instituições de ensino superior poderão distribuir a carga horária em um período diferente aos 200 dias letivos previstos em lei. O governo federal tomou a medida por conta da pandemia do novo coronavírus. A situação é excepcional e valerá enquanto durar a situação de emergência da saúde pública.
A autorização consta na Medida Provisória 934, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, e publicada em edição extra desta quarta-feira, 1º de abril, do Diário Oficial da União (DOU).
Para a educação básica, isso significa que as 800 horas da educação infantil, do ensino fundamental e do ensino médio poderão ser distribuídas em um período diferente aos 200 dias letivos. A carga horária é definida pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação.
“Essa flexibilização é autorizativa em caráter excepcional e vale tão e somente em função das medidas para enfrentamento da emergência na saúde pública decretadas pelo Congresso Nacional”, observou o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Janio Macedo. “A flexibilização deverá observar as normas dos respectivos sistemas de ensino”, explicou.

A educação superior também conta com 200 dias letivos obrigatórios previstos na lei. A carga horária se aplica de acordo com as diretrizes curriculares dos cursos. A flexibilização deverá seguir as normas dos respectivos sistemas de ensino.
“A principal mudança é para alguns cursos da área de Saúde, que poderão ter a conclusão antecipada. No caso de Medicina, pode haver abreviação do internato. Para Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia, do estágio curricular obrigatório”, disse o secretário de Educação Superior do MEC, Wagner Vilas Boas de Souza.
As instituições de educação superior poderão antecipar a conclusão do curso dos estudantes que tiverem cumprido 75% do internato em Medicina. Para Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia, no caso dos alunos que já passaram por 75% do estágio curricular obrigatório.
O internato é praticado nos últimos dois anos de curso; o estágio curricular obrigatório, no último.
Fonte: Assessoria de Comunicação Social Ministério da Educação – Foto: Arquivo Fatos de Minas





ÚLTIMAS NOTÍCIAS
SAIU DA PISTA
02/06/2020 às 19:07:11 Motorista fica preso às ferragens após caminhão capotar na BR-381

CARRETA TOMBADA
02/06/2020 às 17:33:12 Motorista fica ferido ao tombar carreta na MGC-120 em Nova Era

TRÁFICO DE DROGAS
02/06/2020 às 16:44:40 Polícia Militar apreende cerca de 30 quilos de maconha em operação

CARRO INCENDIADO
28/05/2020 às 14:36:34 VW Polo incendeia no estacionamento externo da mina da Conceição da Mineradora Vale

HOMICÍDIO EM ITABIRA
28/05/2020 às 02:24:01 Homem de 32 anos é executado a tiros por motoqueiros no bairro São Cristóvão

HOMICÍDIO EM ITABIRA
23/05/2020 às 18:14:18 Homem de 22 anos é executado a tiros na porta de casa no Eldorado

CRIMINALIDADE
22/05/2020 às 17:59:07 Homem foge após bater moto furtada em poste e deixar revólver cair no chão









© FATOS DE MINAS 2020. Todos os Direitos Reservados. WEBMAIL
CNPJ: 30.223.105/0001/70
E-mail: contato@fatosdeminas.com.br |
Contato