ITABIRA
ITABIRA
Sindicato Rural e SENAR qualificam dez alunos em curso gratuito
09/06/2018 às 20:00:21
ITABIRA (MG) - Foi concluído no dia 8 de junho, o curso de fabricação de compotas, geleias, doces em pasta e frutas cristalizadas do SENAR-MG (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e Sindicato Rural de Itabira. Dez alunos receberam as orientações da instrutora, que há 14 anos atua no SENAR, Geísa Fernandes Carvalho. Foram cinco dias de aprendizagem, com duração de 40 horas-aula. O evento ocorreu no parque de exposições Virgílio José Gazire, no galpão do CPA (Centro de Processamento de Alimentos). 
A programação dos cursos ensinou a fazer compotas de laranja dividida em partes, geleias de laranja e maracujá, doce em pasta de laranja com cenoura, e frutas cristalizadas com abacaxi, abóbora, mamão, laranja da terra, limão e figo. A turma foi dividida em três partes: grupo 1 com as alunas Adriana, Beatriz e Conceição, grupo 2 com Deiziane, Dirce e Marília, e o grupo 3 com os alunos: Jack, Marli, Eliza e Nerivan. O aluno, percorreu 900km em 13h de viagem para aprender as novas técnicas.
“Está sendo uma experiência maravilhosa. O curso tem uma qualidade maravilhosa, a professora Geísa também. Meu planejamento é levar o que aprendi às comunidades rurais onde trabalho, lá nós trabalhamos com educação à distância e vou multiplicar o que aprendi aqui. Temos na minha região frutas semelhantes e algumas diferentes, pretendo adequar a nossa regionalidade,” disse Nerivan Silva Novaes, de 51 anos, que mora em Jequié, sudoeste da Bahia, a 365km da capital Salvador, cidade com 160 mil habitantes. Ele descobriu o curso pela internet e não hesitou em deixar seu Estado em direção a Minas Gerais, onde não têm parentes.
“O processo de aprendizagem durou uma semana. Os alunos tiveram a oportunidade de aprender a fabricação caseira, aproveitando as frutas que existem no meio rural de Itabira. Todos mostraram boa vontade e as técnicas são bem fáceis. Eles se adequaram as tecnologias e todos os participantes tem uma certa tendência em fazer doces. Até mesmo quem não tem costume de trabalhar na cozinha, aprende. Será uma forma de buscar renda extra, vendendo para vizinhos, parentes e em feiras. São produtos de fácil absorção no mercado, sem muita adição de açúcar e fabricados com frutas,” revelou a instrutora Geísa Fernandes.
A embalagem para conservação dos produtos e as boas práticas de higiene para fabricação tiveram atenção especial, com técnicas que são usadas até mesmo na rotina doméstica dos alunos. 
 




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
SAIU PARA SE TRATAR
17/10/2018 às 16:59:35 Homem em prisão domiciliar é preso com garrucha nas ruas do bairro Fênix

SEIS MORTOS
15/10/2018 às 16:18:10 Acidente entre Van e carreta deixa 11 feridos e seis mortos na BR-381

TENTATIVA DE HOMICÍDIO
14/10/2018 às 15:40:37 Paulinho Balão capota Ford Ka após ser baleado nas costas

COLISÃO FATAL
13/10/2018 às 15:07:16 Motoqueiro morre e passageiro fica gravemente ferido ao bater em caminhão

MÁSCARA DO CAPETA
12/10/2018 às 13:04:33 Criminoso usando máscara do “capeta” rouba Ford Ka no Vale do Sol e depois abandona o veiculo na Pureza

TIROS NO FÊNIX
11/10/2018 às 12:18:37 Três casas são atingidas por tiros disparados por criminosos no bairro Fênix

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
09/10/2018 às 13:40:15 Homem é suspeito de estuprar a neta de apenas cinco anos em João Monlevade









© FATOS DE MINAS 2018. Todos os Direitos Reservados. WEBMAIL
CNPJ: 30.223.105/0001/70
E-mail: contato@fatosdeminas.com.br |
Contato