ITABIRA
ITABIRA
Sindicato Rural e SENAR qualificam dez alunos em curso gratuito
09/06/2018 às 20:00:21
ITABIRA (MG) - Foi concluído no dia 8 de junho, o curso de fabricação de compotas, geleias, doces em pasta e frutas cristalizadas do SENAR-MG (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e Sindicato Rural de Itabira. Dez alunos receberam as orientações da instrutora, que há 14 anos atua no SENAR, Geísa Fernandes Carvalho. Foram cinco dias de aprendizagem, com duração de 40 horas-aula. O evento ocorreu no parque de exposições Virgílio José Gazire, no galpão do CPA (Centro de Processamento de Alimentos). 
A programação dos cursos ensinou a fazer compotas de laranja dividida em partes, geleias de laranja e maracujá, doce em pasta de laranja com cenoura, e frutas cristalizadas com abacaxi, abóbora, mamão, laranja da terra, limão e figo. A turma foi dividida em três partes: grupo 1 com as alunas Adriana, Beatriz e Conceição, grupo 2 com Deiziane, Dirce e Marília, e o grupo 3 com os alunos: Jack, Marli, Eliza e Nerivan. O aluno, percorreu 900km em 13h de viagem para aprender as novas técnicas.
“Está sendo uma experiência maravilhosa. O curso tem uma qualidade maravilhosa, a professora Geísa também. Meu planejamento é levar o que aprendi às comunidades rurais onde trabalho, lá nós trabalhamos com educação à distância e vou multiplicar o que aprendi aqui. Temos na minha região frutas semelhantes e algumas diferentes, pretendo adequar a nossa regionalidade,” disse Nerivan Silva Novaes, de 51 anos, que mora em Jequié, sudoeste da Bahia, a 365km da capital Salvador, cidade com 160 mil habitantes. Ele descobriu o curso pela internet e não hesitou em deixar seu Estado em direção a Minas Gerais, onde não têm parentes.
“O processo de aprendizagem durou uma semana. Os alunos tiveram a oportunidade de aprender a fabricação caseira, aproveitando as frutas que existem no meio rural de Itabira. Todos mostraram boa vontade e as técnicas são bem fáceis. Eles se adequaram as tecnologias e todos os participantes tem uma certa tendência em fazer doces. Até mesmo quem não tem costume de trabalhar na cozinha, aprende. Será uma forma de buscar renda extra, vendendo para vizinhos, parentes e em feiras. São produtos de fácil absorção no mercado, sem muita adição de açúcar e fabricados com frutas,” revelou a instrutora Geísa Fernandes.
A embalagem para conservação dos produtos e as boas práticas de higiene para fabricação tiveram atenção especial, com técnicas que são usadas até mesmo na rotina doméstica dos alunos. 
 




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ACIDENTE DE TRABALHO
07/08/2018 às 14:15:26 Pane em plataforma elevatória deixa dois trabalhadores feridos ao lado da linha férrea

MANDANDO DE PRISÃO
07/08/2018 às 07:38:19 Foragido da Justiça é preso pelo Tático Móvel ao sair da São Bento

VITÓRIA DO TRABALHADOR
06/08/2018 às 11:05:45 Sindicato Metabase de Itabira e Região tem vitória jurídica de repercussão nacional

FEIRINHA DE ADOÇÃO
03/08/2018 às 09:25:51 Adote um cão e Leve um novo amigo para casa neste sábado dia 4 de agosto

MENORES INFRATORES
02/08/2018 às 21:40:42 PM surpreende e apreende adolescentes durante assalto a mão armada

ACIDENTE FATAL
31/07/2018 às 22:09:58 Estudante morre ao capotar Honda Civic próximo ao trevo de Bom Jesus do Amparo

MOTOCICLETA APREENDIDA
30/07/2018 às 21:32:07 PM localiza motocicleta furtada antes da vitima perceber o furto









© FATOS DE MINAS 2018. Todos os Direitos Reservados. WEBMAIL
CNPJ: 30.223.105/0001/70
E-mail: contato@fatosdeminas.com.br |
Contato