ITABIRA
ITABIRA
Ronaldo Magalhães e deputados visitam Colégio Tiradentes
10/01/2018 às 12:33:42
ITABIRA (MG) - Na manhã desta terça-feira dia 9 de janeiro, o prefeito Ronaldo Magalhães, em companhia dos deputados Reginaldo Lopes (federal) e Cristiano Silveira (Estadual), visitou as dependências do Colégio Tiradentes da Polícia Militar (CTPM) – unidade Doutor José de Grisolia (antiga Escola Estadual Doutor José de Grisolia) – no bairro Novo Amazonas. Também acompanharam a visita, a vice-prefeita Dalma Barcelos, o diretor da Gerência Regional de Saúde, Alexandre Faria Martins da Costa, “Alexandre Banana”, e os secretários municipais Gustavo Milânio (Chefe de Gabinete) e José Gonçalves Moreira (Educação). Em seguida, o prefeito reuniu a imprensa no auditório da Prefeitura, para dar mais detalhes sobre a unidade de ensino militar.
O colégio, que já conta com os serviços da diretoria de ensino da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), se prepara para o início do ano letivo – no próximo dia 5 – desde a semana passada, quando serviços de limpeza e reorganização do espaço estão sendo executados. As inscrições para dependentes de militares (policiais e bombeiros) começam nesta quarta-feira dia 10, e para a sociedade civil, na próxima segunda-feira (15). O processo deve ser feito pelo site da PMMG, de acordo com o público-alvo.
Para o secretário de Educação, José Gonçalves Moreira, a unidade do colégio militar é um marco de Itabira para a sociedade. “O Colégio Tiradentes vai mostrar que a escola tem solução e que a escola pública tem qualidade. Além disso, servirá de exemplo para as demais. Vejo um ganho muito grande. É um parceiro novo que teremos e vai beneficiar, não só os filhos de militares, mas toda a comunidade”, ressaltou.
Já o deputado federal, Reginaldo Lopes, disse acreditar que é fundamental para o município que abriga um batalhão da Polícia Militar, “contar com a experiência do Colégio Tiradentes no processo de formação educacional.”. O deputado ressaltou ainda, que o número de alunos filhos de militares será menor na unidade Doutor José de Grisolia, fato que ameniza as críticas de quem considera o CTPM um privilégio para apenas uma parcela da sociedade. “É bom dizer que o colégio vai nascer com mais alunos da sociedade civil. As vezes, as pessoas acham que é um privilégio para um setor ou uma categoria, mas não. É um atendimento justo a uma parte de servidores do Estado que prestam serviços dinâmicos na segurança pública. Mesmo assim, a instituição também atende parte da comunidade civil que deseja estudar lá. Aqui, o colégio já nasce com quase o dobro de alunos da sociedade civil, pois incorporara todos os alunos da antiga escola”, acrescentou Reginaldo Lopes.
O prefeito Ronaldo Magalhães lembrou a todos que Itabira disputou com 14 municípios esta nova unidade do CTPM. “São poucas cidades do estado que conseguiram ter. Nós disputamos com 14 municípios e o Reginaldo (Lopes) me disse 'é a última oportunidade, não sabemos quando vai ter outro novo Colégio Tiradentes'. Principalmente, levando em consideração a dificuldade financeira que o país, o estado e os municípios estão. Então, trabalhamos muito e todos ajudaram, falo que não é um ou dois, todo mundo colaborou. Reginaldo e Cristiano (deputados) foram, no lado político, muito importantes para esta vitória”, declarou o prefeito.
 
Escola
Durante a coletiva de imprensa, a sargento Elielma Silva Almeida, representante da diretoria de ensino do CTPM de Itabira, informou que a instituição irá aceitar 540 alunos este ano, sendo uma turma de até 35 alunos para cada ano do ensino fundamental I e II, com exceção do 9º ano que contará com duas turmas, assim como todos os anos do ensino médio. As turmas do 1º ao 5º ano estudarão à tarde e as demais, no período da manhã.
Ainda segundo a sargento, além das vagas reservadas para os filhos de militares, também estarão garantidos os ex-alunos da extinta Escola Estadual Doutor José de Grisolia que queiram estudar na escola militar, o que corresponde a 144 cadeiras. As vagas destinas à sociedade civil, como explicou a sargento, serão sorteadas na Diretoria de Educação Escolar e Assistência Social (Deeas), em Belo Horizonte.
O Colégio Tiradentes da Polícia Militar é uma instituição pública de ensino e, por isso, não cobra mensalidade. No entanto, segundo informação do Deeas, os alunos precisam adquirir os livros didáticos, além do uniforme. Os valores variam de acordo com cada série. Em média, mais de R$ 500 para os livros e acima de R$ 400 para os uniformes. 
Afirmando que esses valores são elevados para as famílias dos alunos da antiga escola estadual, o prefeito Ronaldo Magalhães garantiu o custeio dos kits para esses estudantes. “Eu fiz um compromisso porque parte dos alunos são de famílias mais carentes. Então, fizemos um convênio com a polícia e daremos o uniforme e o material escolar aos alunos renascentes do José de Grisolia. Já estamos trabalhando nisso”, concluiu o prefeito.
 




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DEPUTADO NOZINHO
21/06/2018 às 15:52:07 Projeto que cria a Política de Promoção da Igualdade de Gênero entre homens e mulheres é de autoria de Nozinho

NOTA DE PESAR
19/06/2018 às 10:04:12 Vale lamenta falecimento de Eliezer Batista, duas vezes presidente da empresa

CORRIDA DE RUA
18/06/2018 às 15:24:14 5ª Corrida Rústica da Creche Bom Pastor Itabira

FACULDADE PITÁGORAS
14/06/2018 às 08:11:31 Unidade Pitágoras em Itabira oferta cursos de Pós-Graduação

ATENÇÃO USUÁRIOS
16/06/2018 às 17:58:58 Transporte coletivo em Itabira não rodará de 15 às 17h de domingo dia 17 de junho

POÇOS DE CALDAS
16/06/2018 às 16:12:54 Menina de três anos faz xixi na roupa e morre após ser espancada por padrasto

DUPLA FILIAÇÃO
16/06/2018 às 15:55:36 Vereador Weverton “Vetão” poderá perder o cargo devido a infidelidade partidária









© FATOS DE MINAS 2018. Todos os Direitos Reservados. WEBMAIL

E-mail: contato@fatosdeminas.com.br |
Contato